A Morte personificada em Textamentos de Sant’Anna e nAs intermitências da morte de Saramago

Maxçuny Alves Neves da Silva

Resumen


Resumo: A morte no cenário moderno e hipermoderno (Lipovestsky) é uma preocupação que seduz o artista e alcança as obras de arte literária. O presente trabalho busca perceber as variações na presença personificada da morte, como tema, em poemas do livro Textamentos de Affonso R. de Sant’Anna com vistas a uma análise comparada com o livro As intermitências da morte de José Saramago. Sant”Anna (nascido em 1937) é um reconhecido e premiado poeta contemporâneo brasileiro cuja relação com Saramago (1922 – 2010), escritor português ganhador do Nobel de literatura, se estabelece tanto por meio da língua como por compartilharem o mesmo período histórico em sua produção literária (ambos escrevem desde a década de 1960).O estudo comparativo busca se fundamentar em semelhanças e dessemelhanças presentes nas duas obras, levando em consideração que a morte em Saramago é uma personagem enquanto na obra de Sant’Anna, embora personificada, ela se apresente por meio de sua ação na vida dos seres humanos. As análises estarão apoiadas em teóricos como Bakhtin, Eagleton, Eco e Paz dentre outros, na busca por uma análise não redutora.

Abstract: The death in the modern setting and hypermodern (Lipovestsky) is a concern that seduces the artist and reaches the works of literary art. The present work seeks to understand the variations in the presence of death personified as a theme in the poems book Textamentos of Affonso R. Sant'Anna aiming at a comparative analysis with the book Death with Interruptions of José Saramago. Sant 'Anna (born 1937) is a recognized and award-winning contemporary Brazilian poet whose relationship with Saramago (1922-2010), Portuguese writer who won the Nobel for literature, is established both through language as they share the same historical period in its literary production (both writing since the 1960s).The comparative study seeks to substantiate on similarities and dissimilarities present in both works, considering that death in Saramago is a character while in the work of Sant'Anna, although personified, she presents through its action in the lives of human beings.The analysis will be supported by theorists as Bakhtin, Eagleton, Eco and Paz among others, the search for a non-reductive analysis.


Palabras clave


Morte; hipermodernidade; comparada; Sant’Anna; Saramago

Texto completo:

PDF

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.